15/05/2007

Metropolitano alarga horário para transporte de bicicletas


A Recomendação “Rede de estacionamento seguro e gratuito para bicicletas, articulada com outros modos de transporte”, apresentada pelo grupo municipal de “Os Verdes” em Outubro de 2001, e aprovada então na Assembleia Municipal de Lisboa, conduziu a que comece a ser comum a permissão de transporte de bicicleta em transporte público. Na altura, um leitor de um órgão de comunicação social chegou ao ponto de afirmar que se tratava de uma proposta “ingénua e anedótica” por “Os Verdes” estarem “muito distanciados do amadurecimento”. Afinal o futuro veio dar-nos razão.
Com efeito, o Metropolitano de Lisboa (Metro) vai alargar, a partir de 1 de Junho, o horário de transporte de bicicletas, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB). O transporte de bicicletas nas carruagens do metro é actualmente permitido nos dias úteis a partir das 21H30, passando para as 20h30 a partir de 1 de Junho, adianta a FPCUB em comunicado. Aos sábados, domingos e feriados o transporte de bicicletas poderá fazer-se em qualquer horário.
“Estávamos a pedir para ser permitido a partir das 20h00, mas deram-nos as 20h30, o que já nem é mau”, disse José Manuel Caetano, presidente da FPCUB, que adiantou ir a Federação tentar "negociar aos poucos [com o Metro], até que um dia se possa levar as bicicletas nos transportes públicos a qualquer hora do dia". O alargamento do horário de transporte de bicicletas no Metro poderá “fomentar o uso da bicicleta na cidade, ao facilitar o regresso a casa por articulação destes dois modos de transporte urbano”, argumentou.
Porém, segundo a FPCUB, “há mais de um ano que é permitido levar a bicicleta no metro, enquanto que por exemplo a Carris não dá essa hipótese”. Entretanto, o secretário-geral da Carris, Luís Vale, anunciou que também “a partir do final de 2007 vai ser possível circular com bicicletas nos autocarros”, acrescentando que “através da adaptação dos autocarros ao transporte de bicicletas, vai ser implementado um projecto experimental, em carreiras que sirvam zonas da cidade preparadas para a circulação de bicicletas em horário ainda a definir”, pois “de acordo com o normativo legal que rege os transportes públicos urbanos [Regulamento de Transportes em Automóveis], não é autorizado o transporte de bicicletas das carreiras urbanas”.
Para o presidente da FPCUB, “os transportes públicos invocam incompatibilidade entre as bicicletas e as pessoas, mas nunca houve qualquer problema” 1.

1. Fonte: Lusa SIR-9004216

1 comentário:

MC disse...

É uma excelente notícia. Só uma pequena correcção: as bicicletas já são permitidas no metro há uns 8 anos, mas o horário tem vindo a ser alargado. Em grande parte graças à FPCUB